terça-feira, janeiro 19

Aniversariantes do mês

Tá certo. Acabei de inventar. Todo mês vou fazer uma postagem especial sobre os aniversariantes do mês. Na edição de hoje temos duas mega celebridades cinematográficas e que muito acrescentaram nos filmes que criaram / produziram.


Nascido em 3 de janeiro de 1956, Mel Gibson é um dos melhores atores que os Estados Unidos já produziu. Não só ator. Diretor, produtor e roteirista. No início de sua carreira, foi muito comparado a outros atores clássicos como Clark Gable e Humphrey Bogart. Teve seu nome ligado a filmes que se tornaram “a sua cara” como “Mad Max” e “Máquina Mortífera”. Em 1996 ganhou dois prêmios da Academia pelo filme que eu considero sua obra-prima. “Coração Valente” lhe rendeu o prêmio de Melhor Ator e Melhor Diretor.

Como diretor tem quatro filmes: “O Homem sem Face”, 1993; “Coração Valente”, 1995; “A Paixão de Cristo”, 2004 e “Apocalypto”, 2006.


Em 22 de Janeiro de 1875-23 nasce aquele que transformaria o cinema americano. David Llewelyn Wark Griffith, ou simplesmente D.W. Griffith foi um dos diretores americanos que mais contribuiu para a escola que se criou depois dela. Mais conhecido por “Nascimento de uma Nação”, D.W também é responsável por “Intolerance: Love’s Struggle Throughout The Ages” e “América”.

Griffith era tão bom, mas tão bom que a lenda Charles Chaplin o chamou de “o professor de todos nós.”

Morreu em julho de 1948 em Los Angeles.

3 comentários:

ALIMAC disse...

Prefiro mais o Mel Gibson como ator, do que diretor. Apocalypto tem mts falhas. Se bem que em paixão de cristo ele realmente arrebentou, apesar das cenas mto fortes.

Já Chaplin. É Chaplin. O talentoso e inesquecivel Carlitos... Sem mais,né? x)

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

ALIMAC disse...

Obrigada pelo comentário. Mas acho que a melhor teoria, é que ela o deixaria com aquela sensação nostálgica, que a gente fica depois que supera o medo da montanha Russa e quer ir de novo, sabe?

mas...

ibere disse...

parabens pelo post, é sempre bom lembrar pesssoas que fizeram parte de nossa historia de cinema.. Mel gibson eu gostava quadno ele fazia maquina mortifera, achava divertido na minha adolescencia, mas como diretor acho " catolico demais".. outro grande... é Clint Eastwood, que foi um ator do estilo de MEL Gibson.. mas como diretor subiu ao nivel dos grandes, lembro as vezes John Ford ao ver alguns filmes de Eastwood!
seu blog me fez pensar, parabens!
Ibere