sexta-feira, novembro 14

Viva La Vila a la Coldplay


Existem aquelas bandas que ouvimos por ouvir, aquelas que ouvimos à exaustão e aquelas das quais sempre esperamos algo bom . Para esta terceira categoria coloco o Coldplay como o cabeça de chave. Mas em nenhum dos outros CDs eles me surpreenderam tanto como este último Viva La Vida. O quarto CD da banda, lançado em Junho deste ano é cheio de homenagens, novidades, semelhanças e ousadias. Ao contrário de todos os outros, ele não é um lugar comum em meio às aparições da banda.

A novidade: é o album mais curto, mas ainda é o mais completo e cheio. As músicas parecem penetrar em você, e explicar cada sentimento que ela passa. Além disso, é talvez o CD em que a banda mais usou o piano. Há uma verdadeira convicção sobre o seu conteúdo, um enorme avanço sobre o seu antecessor, a banda sabia que estava prestes a lançar seu melhor disco.

A semelhança: o Coldplay, por si só, se parece com um misto de diversas bandas, porém neste CD, o quarteto se aproxima mais claramente, de uma outra banda inglesa, de igual qualidade. O Radiohead. É clara a semelhança com a banda em músicas como Life in Technicolor e Lost.

A homenagem: Chris Martin afirma que o nome do CD é baseado em uma obra de Frida Khalo. "Ela passou por muita coisa, claro, e aí começou uma grande pintura em sua casa que dizia Viva la Vida or Death and All His Friends. Eu simplesmente amei a ousadia disso", disse o cantor, se referindo à Frida, que teve diversos problemas de saúde. Além disso, dois clips de Viva la Vida foram lançados dia 01 de Agosto de 2008, o segundo, é uma homenagem ao Depeche Mode.

A ousadia: Violet Hill, o novo single da banda inglesa Coldplay, foi baixado por mais de 600 mil pessoas desde que foi disponibilizado no dia 29 de Maio de 2008, às 12h da Inglaterra. Mais uma semelhança com a banda Radiohead, que deixou seu último CD In Rainbows totalmente disponível para seus fãs, e eles poderiam pagar o preço que achassem necessário pelo disco. O Coldplay lançou uma segunda versão do vídeo de Violet Hill, em que chefes de estado e políticos como George W. Bush, Tony Blair, Fidel Castro, Barack Obama e Hillary Clinton dançam ao som da banda.

Não há dúvidas de que este CD é não só o melhor da banda, como o melhor lançamento do ano, por trazer uma banda completa, madura e auto-suficiente. Chris Martin pode dormir sossegado por nos ter dado este presente.

Um comentário:

Ari e Gutt. disse...

Ju... é isso aí! Tb adoro esse CD, acho sensacional!
Bjs,
Ari